Contos Eroticos Veridicos

Um espaço para você ler, partilhar e relembrar os contos eróticos

Comi a professora de ginástica

Posted by Gostosão

Olá o meu nome é Isabel, hoje vou contar-vos a experiência que tive com a Jade, a professora de ginástica de um ginásio que frequento. A Jade é muito linda, morena, corpo sempre bronzeado e sempre malhadinha. Uma delícia.

Assim que comecei as minhas aulas, ela demonstrou muita atenção e profissionalismo comigo e com as outras alunas. Eu senti-me muito atraída por ela, ela é muito boa, mas tinha que ter cuidado para não misturar as coisas, embora eu seja atrevida quando o assunto é mulheres. Só que com ela foi diferente. Foi mais fácil, pois foi ela quem tomou a iniciativa de me convidar para ter uma aula extra na casa dela. Ela disse-me que no ginásio tinha que dar atenção a todas as alunas, mas que gostaria de te ensinar alguns novos exercícios que eu ia adorar.

Perguntou-me se aceitaria fazer umas aulas particulares na casa dela e disse-me que não iria cobrar nada, pelo menos financeiramente falando, e sorriu. Eu disse que sim, que gostaria muito e saberia retribuir da forma que ela estava à espera. Ela disse-me que eu já tinha percebido tudo. Eu respondi que sim, afinal ela não conseguia esconder o desejo que sentia por mi. Ela disse-me que eu era uma excelente aluna. Depois da aula fomos directas para a casa dela. Chegamos lá e ela agarrou-me pela mão e mostrou-me a casa e uma piscina que tinha no jardim. Aquela professora era toda boa e a putinha morava sozinha. Ela disse-me, “eu sou lésbica como já deves ter percebido e acho que tu também és não és?”. Disse que sim e beijei-a e ela derreteu-se toda, dizendo “vou-te comer sua safada.

Quero chupar essa tua cona molhada.” E meteu a mão por baixo de meu vestido até às minhas cuecas. Eu disse: “ sua porca, fode-me então sou toda sua hoje”. Fomos para o quarto dela que tem uma cama redonda e espelhos laterais. O ambiente era óptimo para o que íamos fazer. Tirou-me a roupa e começou a morder e chupar os meus mamilos que estavam durinhos. Ela dizia: “és muito gostosa, eu já sabia, mas quero provar esse seu corpinho sua vadia”. Eu disse: “tu também és linda, come-me, come-me”. Nem precisei pedir mais, ela tirou-me as cuecas com a boca. Eu já a gemer muito, pois a excitação era muita. Ela estava nua também e tinha uns peitos lindos. Eu disse-lhe: “Vem para cima de mim”. Ela ainda nem tinha chegado com a língua grande e habilidosa à minha cona e eu já estava toda molhadinha. Ela disse-me: “és mesmo putinha já estás toda molhada antes de eu te começar a chupar. Aguenta-te aí agora”, e meteu a língua na minha cona. Eu comecei a gritar de prazer e a contorcer-me toda na cama, ela foi fazendo o serviço com aquela língua maravilhosa.

Enquanto me lambia e chupava, aproveitou e enfiou um dedinho no meu cuzinho e aí eu fiquei louca de vez, disse-lhe: “vais-me fazer vir já sua puta”, e foi o que aconteceu, vim-me na cara dela, ela enlouquecida comigo lambeu tudo o que escorria da minha rata. Depois de vir-me pela primeira vez, eu disse-lhe: “agora é minha vez” e fiz ela deitar-se na cama. Fui direito aos seus peitos grandes e firmes. Chupei-os com muita vontade e ela disse-me: “chupa porca, são para ti mesmo. Chupa-os todos”. Não fiquei muito tempo chupando os peitos, pois ela tinha uma coninha rosadinha e latejante à minha espera. Comecei por enfiar dois dedos e fui lambendo tudo ao redor. Ela estava louca, gritava e eu coloquei os meus dedos lambuzados na sua boca e disse-lhe: “chupa e sente o teu gosto vadia”. Continuei chupando aquela rata molhada e quente e disse-lhe:” vou te fazer vir com a minha língua”, ela disse-me: “sim, sim, chupa-me”, e eu continuei até que ela não aguentou mais e veio-se na minha boca. Mudamos de posição e fizemos um 69 muito quente.

Conseguimos vir-nos e ficamos quase sem forças. Eu tinha um vibrador na bolsa e disse-lhe: “vou enfiá-lo todo” ela adorou e disse-me: “fode-me, fode-me”. Meti o vibrador e fiz ela vir-se novamente. O lençol já estava todo lambuzado e ficamos ali na cama as duas abraçadas esfregando-nos freneticamente. Dormimos um pouco e depois fomos tomar um banho juntinhas. De seguida, fomos para a piscina, só as duas, e fizemos sexo novamente mais tarde. É claro que nem voltei para casa essa noite, fiquei lá com ela. De madrugada ela acordava-me com os seus dedos enfiados na minha cona. Depois disso, não perco mais nenhuma aula particular na casa dela.

Leave a Reply